[ TRECHO DO LIVRO +18] Rosto Bonito - Sable Hunter

Trecho referente ao primeiro capítulo do livro! Não se assustem, e só os dois se apresentando, mostrando a química deles... Espero que gostem assim como eu.

                       -  CAPÍTULO 1 -

Hunter: O que você está vestindo, baby?

Sage: Calcinha de renda amarela e um sutiã combinando.

Hunter: Porra, estou duro, me deixe ver.

Ela se arrastou da cama, tirou uma foto do seu umbigo até as coxas e enviou
para ele.

Sage: Pronto. O que você está vestindo?

Hunter: Deus, eu adoro ficar olhando pra você. Eu gostaria que você enviasse uma foto de corpo inteiro. Eu quero vê-la inteira. E estou nu com meu grande pau duro na mão. Quer ver?

Sage: Sem rostos com outras partes do corpo, nós não queremos acabar como aquela congressista de Nova York. E é claro que quero ver. Gosto de olhar pra você.

Mais uma vez ela usou sua desculpa favorita. Será que ele a deixaria se safar dessa?

Hunter: Eu sei, querida. Eu só estou com muita vontade de olhar pra você, isso é tudo. Espere, estou me acariciando e olhando para a sua linda boceta.

Uma imagem apareceu em sua caixa de mensagens do seu lindo pau, grosso
e orgulhoso, com uns vinte centímetros. Sua mão forte o agarrava. Ela daria qualquer coisa para que fosse a mão dela a lhe dar prazer.

Sage: Você sabe o que eu amaria fazer? Eu gostaria de estar aí, ajoelhada aos
seus pés. Então envolveria meus dedos ao redor do seu lindo pau e deixaria meus  lábios deslizarem sobre a ponta, chupando como uma grande ameixa suculenta.

Hunter: Você está me matando. Eu envolveria seu lindo cabelo comprido ao redor da minha mão e diria para me chupar forte. Deus, isso é bom. Eu te quero tanto. Você está se tocando?

Havia sempre um pequeno espaço entre seus comentários porque era difícil digitar e se tocar ao mesmo tempo. Deixar um ao outro desse jeito era um dos seus passatempos favoritos.

Sage: Estou esfregando meu clitóris e puxando meus mamilos. Se você estivesse aqui, iria chupar meus seios?

Hunter: Eu veneraria o seu corpo, todas as partes, quantas vezes você me
deixasse.

Sage: Você me tomaria contra a parede?

Hunter: No momento em que a visse, eu a empurraria contra a parede e deslizaria minhas mãos levantando sua saia até que pudesse tocar aquele pequeno lugar gostoso entre suas pernas. Você nunca saberá o quanto eu quero você.

Sage: Oh, Hunter, eu preciso de você. Estou tão molhada. Eu anseio.

Hunter: Pegue seu telefone, querida. Eu preciso ouvir a sua voz.

Sage: Tudo bem.

Rolando para pegar o celular no criado-mudo, ela o atendeu após o primeiro
toque.

— Alô?

— Ei, Sage. Como minha baby está?

— Querendo você, muito.

— Você já me tem. Diga-me o quanto me quer. Estou acariciando meu pau, ele quer muito estar dentro de você.

— Hunter, eu sonho com você. Eu fantasio de como seria a sensação de fazer amor com você. — Ela gemeu com seus dedos se movendo mais e mais rápido, enquanto se dava prazer. — Eu quero você dentro de mim, fundo e duro. Por favor, me foda. Eu quero o seu grande pau. Foda-me!

Todo o seu corpo estremeceu com o clímax

Hunter grunhiu e gemeu.

— Gosto de ouvi-la gozar. Os ruídos sensuais que você faz me viram do avesso. Nenhum homem poderia resistir a você. Deus, eu  te amo! 


 Ele gritou quando gozou.

Continua (...)

E o curioso caso de como tudo isso foi acontecer.

Só posso dizer que estou em colapso depressivo ( Não sei se isso existe, gostei das duas palavras juntasss kkkkk)

O livro físico você encontro aqui no site da Saraiva, só clicar AQUI
Ou busca na Amazon o ebook ;)

Kiss :)